Turnê Sallve: Amapá

A Turnê Sallve chegou no Amapá pra uma conversa boa sobre pele, clima, cuidados, maquiagem, dermatite e muito mais!

Depois da nossa última parada virtual da Turnê Sallve, a nossa equipe foi do sul do país, do Paraná, direto para o norte, no Amapá! Esse papo bom de pele, clima e skincare contou com as embaixadoras do estado: AmapaSumaya D. Pinheiro e o Maicon Cardoso.

A pele no calor do Amapá

A Bárbara contou que a sua experiência com o skincare nasceu com as indicações de influenciadoras. Foi assim que a Babi montou a sua shelfie: no início ela seguia as indicações da Julia Petit e da Vic Ceridono e conta que "foi assim que comecei a querer compartilhar a minha experiência em relação aos produtos. Minha paixão por skincare só aumenta! Eu gosto de testar".

E ao contrário do que muito se acredita, o clima quente não é lugar exclusivo de pele oleosa. "Apesar do nosso clima ser quente, úmido e tropical, a minha pele era meio seca, além de sensível. Eu sentia a necessidade de hidratar, apesar de que muita gente aqui em Macapá (capital do Amapá) dizer que aqui é quente e a gente vive suada, com pele oleosa". E nunca é demais lembrar que mesmo a pele oleosa também precisa de cuidados e hidratação, né?

Descobrindo a pele sob o make

Tem um assunto bem pertinente aqui nas paradas da Turnê Sallve: uma pele bem cuidada resulta em uma maquiagem mais bonita e duradoura.

+ #Vivasuapele Saile Bernardo: hidratado e maquiado

"Eu sempre fui apaixonada por maquiagem mas a minha pele, por questão hormonal, tem muita tendência à acne. E eu querendo fazer altas maquiagens bonitas que via na internet, mas não fica boa se a sua pele não for bem cuidada, se não tiver um preparo antes. Comecei a dedicar todo o dinheiro que ia pra maquiagem, a produtos para tratar a minha pele", contou a Bruna.

Quando comecei a entender sobre os ingredientes dos produtos, eu me apaixonei mais e a cada dia vou apaixonando mais, pesquisando mais, me interessando pelas formulações, e cuidando mais da minha pele.

Bruna Sumaya D. Pinheiro

Da dermatite à rotina de skincare

A experiência da Carol com a sua pele passou por um problema para chegar a uma rotina diária. "Tive uma transição muito brusca da minha pele por conta de uma dermatite que brotou".

+ Dermatite atópica afeta a pele, mas também a qualidade de vida

"Até então não tinha nenhuma questão com a minha pele. Começou a ter uma mudança brusca de pele e comecei a me preocupar, a ter mais cuidados com a minha pele - até então, dormia de maquiagem, usava sabonete de corpo, era o caos.

+ Lavar o rosto: 7 erros comuns que você pode cometer e como evitá-los

"Eu era muito descuidada com a minha pele porque eu tinha aquela que chamam de 'pele boa', não tinha muitos cravos, nem acne, era aquela pele mais lisinha. Eu comecei a ter os primeiros relances de cuidar da minha pele quando passei a me maquiar mais, passei a buscar alguns hidratantes, mas mesmo assim muito sutis, não usava nem filtro solar para o rosto. Aos poucos comecei a ver mudanças na minha pele, principalmente ardência, inflamação e descamação. Na época fiquei muito preocupada. Fiz os exames, descobri que era dermatite e que com ela vinham grandes responsabilidades. Tive que aprender a valorizar mais a minha pele, tanto de dinheiro, de tempo, de tudo. E isso de certa forma foi uma coisa muito positiva. Até quando não tenho a inflamação tenho o hábito de cuidar da minha pele. A minha rotina não muda tanto, eu é que mudo a ordem dos produtos. Uso a argila branca e faz muito bem pra mim".

+ Máscara de argila: benefícios e cuidados antes e depois de aplica-la

"Posso dizer até que sou grata pela dermatite hoje em dia, porque cuido muito mais da minha pele", contou a Carol.

Pele x adolescência

A história da Laísa com a sua pele é bem recente e muito provavelmente se repetiu com muitas de nós. "Sempre fui muito descuidada com a minha pele, acho que isso é normal de qualquer adolescente".

+ Adolescência: quais são os cuidados com a pele jovem?

"Acho que atualmente, as meninas mais novas talvez estejam ligando pra isso porque existem muitas blogueiras que estão influenciado. Na minha época nem existia Instagram. Comecei a ter cuidados com as peles com 23 anos, há dois anos. Comecei a ver a minha pele e falar pra minha namorada, olha, isso aqui está estranho. E ela me falou: 'você não cuida da tua pele, e o que que tu quer? Vai ficar assim'. Foi quando eu comecei a seguir a Karen Bachini, a passar protetor".

Time da argila no Amapá

A Liaanara é das antigas por aqui e contou que passou a sua adolescência fazendo os tutorias de maquiagem da nossa Julia Petit. E não era só ela em casa, entrega brincando: "a minha mãe nem sabe que estou nessa video chamada, porque se ela soubesse, ela estaria louca, ela também é muito fã da Julia".

E como você já sabe, praticamente a cada parada da Turnê temos o time da argila! E aqui, além da Carol, a Liaanara também é adepta da argila. "Eu sempre tive a pele perfeita e minha mãe sempre me incentivou a usar argila, a lavar bem o rosto. Mas não passava disso. Ultimamente tenho tido muitos cravos e estou procurando meios para cuidar mais da minha pele, porque chega um momento em que não dá mais pra confiar no leite de magnésia que mamãe tomou quando tava grávida de mim", brincou.

Fique de olho aqui no blog: a Turnê Sallve continua a viagem passando por todos os estados brasileiros ;)

vamos conversar?

mais do blog

buscar

sua sacola

  • Loading